Descarte de Resíduos

O que são resíduos?

 

Essa pergunta é bem ampla, por essa razão, vamos especificar por classes cada um dos tipos resíduos existentes. Segue abaixo a classificação:

 

Classe A -  Na primeira classe temos os resíduos que são utilizados para reciclagem, que poderão ter uma reutilização. Eles são descartes de construções, reformas ou demolições, são os chamados resíduos de obras. Como: telhas de barro, tijolos, concreto e etc.

 

Classe B - Nessa colocação também são resíduos possíveis para reutilização. No entanto, eles são mais amplos e não somente de um tipo, por exemplo, vidro, gesso, plásticos e papéis. 

 

Classe C - Já nessa posição vem os resíduos que não tem a possibilidade de serem reutilizados, como: lâmpadas, fotografias e entre outros.

 

Classe D - Por último são os resíduos perigosos como tintas, solventes, clínicas radiológicas ou instalações industriais. 

 

Como realizar o descarte de desses resíduos? 

 

Como podemos ver acima existem muitos tipos de resíduos, por essa razão o descarte correto de cada um deles é muito importante para a cidade, como para o ambiente. Sendo assim, é relevante ressaltar que muitos dos resíduos são passíveis de reaproveitamento e que inclusive são extremamente importantes para o aspecto social. Visando que a reciclagem é um grande gerador de emprego e renda. Além disso, o descarte correto dos resíduos é tão importante que ganha regulamentação na Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) e na Lei 12.305/2010. Uma das opções para um local adequado para esses descartes separados corretamente são as caçamba estacionárias.

Nossa responsabilidade ambiental!

 

Pensando em todas essas questões, a Techno Obras, conta com uma equipe totalmente preparada para o descarte consciente dos resíduos. Portanto, contando com a nossa total responsabilidade pelo meio ambiente descartamos todos os nossos resíduos em aterros preparados e credenciados para cada tipo de resíduo. Inclusive, nossa empresa não trabalha com materiais misturados a componentes prejudiciais ao meio ambiente.

*imagem ilustrativa